Tag Archives: renovar casas

Um elefante na sala

Não é inteiramente claro como entramos, mas estamos lá dentro. Amiga B. corre à casa de banho, eu olho ao redor. Uma casa bastante grande com quartos amplos e luminosos, um pouco desarrumado, com muitas coisas e livros.

Acolhedor, não gosto muito dessas casas modernas, vazias e muitas das vezes cinzentas

Quando amiga B. aparece de novo (aparentemente aliviada), mexamos um pouco aqui e aí. Não queremos fazer nenhum dano, mas nós rimos um pouco nervosamente. “Ouço algo!” amiga B. diz de repente, “Cala-te!”

Fico no sítio como congelado, e olhe, uma mulher e sua filha entram na porta da frente. “Ei, olhe aqui”, ela diz à sua filha, e ela quase não parece surpreendida, “quem encontramos lá!”
“Oi … eh …” gaguejo, porque não sei como começar.

Como explicar que você invadiu a casa de alguém e foi pego no ato?

Ela ri, ela não parece chocada. Amiga B. desapareceu. E a filha dela também. Oi, como é possível? As duas desaperecidas, sem deixar marcas.

A mulher leva-me a um grande quarto tipo pátio, onde estão três estátuas de elefantes com as caudas torcidas juntas. Eles são menores do que na vida real. Eles são rígidos, mas ao mesmo tempo fofinhos, e suas caudas são fios telefônicos encaracolados antigos.

blogue_um-elefante-na-sala

A mulher tira o tronco do gancho, dá-me o e diz: “Acho que você me deve uma história sobre elefantes.” Sim, não posso negar isso, isso parece muito justo.

Começo a falar com alguma hesitação:

“Era uma vez um pequeno elefante que perguntou a sua mãe:” Mãe, eles dizem que um elefante pode ficar cor-de-rosa. Pode acontecer, mãe? Não quero ser rosa, eles sempre me vêem em todos os lugares. Eu mesmo não sou flamengo! Eles comem camarão para se tornarem rosa, e eu não gosto de camarão. E eu não acho que o rosa é uma cor bonita, e certamente não para um elefante. Mãe?

blogue_um-elefante-na-sala

credits: klimopbouwel.be

 

Mãe elefante responde com um suspiro: “Ah, criança, conversa humana estranha. Você não precisa se preocupar com isso. Eles também dizem que pode ficar no quarto, como: “Vamos abordar o elefante na sala primeiro.” Idiota, é claro. Nós nem se encaixamos na maioria das portas, mas de repente estaríamos na sala? Loucura dos humanos.”

 

A mulher acena com aprovação. “Sim, bom, bom começo, muita empatia com a pequena. E então?”

“Uh … bem … tenho que pensar sobre isso …” considero que, à medida que o pátio se dissolve lentamente, a mulher se torna mais sombria e os pensamentos articulados entram na frente da minha cabeça. Pensamentos como: “Nós fizemos isso antes, amiga B. e eu, quando estava a renovar uma casa e nos sempre chamámos a “Casa Elefante” porque era tão grande …

Meu próprio quarto começa a ter seus contornos familiares

Olho para o infinito, procurando o sonho, mas a bandeira européia se torna mais azul e dominante. É o teto do meu mosquiteiro. Não há nenhuma fuga: estou acordada.

Ah, é mesmo bom. O sol está brilhando, consigo ver a luz dele atrás as cortinas, é uma bela hora de se levantar. Coincidentemente (?) Estou trabalhando em um ótimo banco de terraço para esta casa – a casa que a minha amiga e eu chamámos “A casa Elefante”. Coincidência?

.

Nós viemos para portugal em 2000 de Roterdão, Holanda para as Termas da Azenha, Portugal. Um passo grande, especialmente com duas crianças pequenas. Estamos ocupados a reconstruir um sítio que é considerado uma herança cultural.

Termas da Azenha, são termas antigas que transformamos em casas de férias, quartos e campismo, com piscina. Vai encontrar mosaicos e pinturas em todo o lado. O balneário velho agora é um museu.

Cada semana um pequeno blog sobre o que acontece ao nosso redor, nas Termas-da-Azenha e em Portugal. Alègre, leve, uma leitura fácil. Alguns minutos noutro mundo. Se gosta ter uma experiência connosco, ligue 916 589 145, e descobre o nosso site – temos descontos interessantes para si!

Pode subscrever:

 

Mandamos-lho todos os fins-de-semana.

No domingo, parte da manhã o publicamos na nossa página do Facebook, no Google+, no Pinterest, e em segunda-feira em LinkedIn.

You like? Please like! And sharing is not forbidden ....