Tag Archives: lingua portuguesa

Há a nossa professora de Português

Enquanto isso, todos estão de volta à vida cotidiana, com uma vaga lembrança do feriado. A vida te devora e te arrasta. Isso também acontece aqui, mas há espaço aqui, literal e figurativamente, para olhar para trás, para ser igualmente nostálgico.

Ainda temos hóspedes mas não tantos

Dois irmãos franceses com um cachorro muito pequeno; uma família alemã com bons planos para o futuro, que ficará aqui por pelo menos um ano; um par de casais portugueses e um jovem casal alemão com um bebê fofo de quase um ano.

blog_a-nossa-professora-de-20-anos-atras

Tudo junto ainda uma aldeia cheia

É difícil se comunicar com os irmãos franceses. Eles só falam francês, e eu perdi isso quando aprendi português. Parece muito parecido, tenho que pensar por muito tempo. Mas eu ainda entendo, então se a outra parte pelo menos entender inglês, tudo bem.

É mais fácil com os alemães, porque ainda falo alemão e eles falam inglês bem. Ambas as famílias alemãs têm planos de se mudar para cá, então uma das minhas primeiras perguntas é: “Vocês já falam a língua?” A outra: “Você esteve aqui no inverno?”

Com toda aquela nostalgia do verão na minha alma, imediatamente me associo a essa emigração de longo alcance, ajudada por uma mensagem via Messenger

Reconheço o nome dela imediatamente, apesar de ter passado quase 20 anos desde que nos vimos pela última vez. Isso nem sempre é o caso – tenho alguns nomes para lembrar, mas este é um que está ligado a um momento importante da minha vida. E nós tivemos mais de um ano um com o outro, uma vez por semana.

Demorou anos antes antes que verdadeiramente mudamos, e naqueles anos de preparação o irmãozinho Broes nasceu, e além de empacotar muitas e muitas caixas, também aprendemos a língua.

A princípio de Jeanine, que naquele momento estava esperando o menino que aqui e agora tem 20 anos como se nada tivesse acontecido e esteja sentado à mesa como um adulto! Para mim é como: um momento uma bolha na barriga da sua mãe, e no momento seguinte um jovem bonito de 20 anos. Porthola! O tempo certamente voa!

Às vezes era difícil para Jeanine, as razões pessoais nem sempre claras, mas todo mundo tem menos energia quando está grávida, então ocasionalmente Miguel vinha ensinar na sexta à noite.

Jeanine e Miguel – um casamento transfronteiriço: ele Portugal, ela Holanda: Porthola, como seu império de serviços de tradução é chamado

blog_a-nossa-professora-de-20-anos-atras

Aprendemos com eles “Portholandês” – e ainda falamos hoje – mas só entre nós. Holandês atado com português, e no nosso caso também palavras e expressões inglesas. Os meus filhos falam melhor português do que eu agora, apesar de terem começado com um enorme atraso na altura.

E mesmo que eu tenha um vocabulário um pouco mais limitado, ainda sou grato a Jeanine e Miguel por seus esforços em ensinar os primeiros princípios da boa língua portuguesa.

Nostalgia de setembro? Não … não é só isso …

.

<< anterior

Nos mudamos em 2000 de Roterdão, Holanda para Termas-da-Azenha, Portugal. Uma mudança significante, especialmente com duas crianças pequenas. Estamos ocupados para reconstruir uma das heranças culturais portuguesas: Termas-da-Azenha, um antigo spa que foi transformado em várias casas de férias, quartos de hóspedes e dois terrenos para acampar, com muitas coisas divertidas para fazer.

Sala de convívio com jogos como pingpong, matraquilhos e bilhar, e um campo com voleibol, petanca, e um pequeno café.

Vai encontrar mosaicos e pinturas em todos os lugares.

O balneário vai ser um museu, onde pode ver como as coisas mudaram.

Desde o início de 2018, nos chamamos-nos o primeiro B & B & B no mundo – Bed & Breakfast & Bathrobes.

Pode comprar um roupão de banho / roupa de casa único

.

Cada semana, um pequeno blog sobre o que aconteceu ao nosso redor. Leitura fácil. Alguns minutos noutro mundo. Um pouco sobre o que está aa acontecer em Portugal. Se planeja suas férias em Portugal, pode ser uma ótima preparação. Temos descontos interessantes no nosso site.

Inscreve-se para receber este blog todas as semanas:

Nos Domingos publicamos o na nossa página do Facebook, no Google+, no Pinterest, e na 2A no LinkedIn.

You like? Please like! And sharing is not forbidden ....

Um bolo de …. cocô?

Na próxima semana vai chegar um voluntário. Ele esteve aqui antes, com a namorada.

Novembro passado. Em seguida, ele fez um belo mural na casa Pomarinho.

pintura-na-Casa-Pomarinho-nas-Termas-da-Azenha

Gostou tanto, ele voltará para três semanas. Está aqui muito agradável na primavera e vamos arranjar o jardim, o pomar e o resto do terreno. Desta vez, ele vem com seu filho adulto. Uma boa maneira de ter algum tempo juntos, sem de ser obrigatório de sentar-se na mesa e falar.

O novo ideia para um projeto de pintura já está. Vai ser realizado no corredor dos quartos 1 e 2.

Se o filho se parecesse como o pai …

Bruno gosta do ciclismo e portanto, sai quase todos os dias dar uma volta na bicicleta. Nesta maneira, começe conhecer o país, e tem conversas com pessoas numa pastelaria ou num café. Ele tem um nome português, ninguém tem dificuldades com “Bruno”.

Se o filho tem o mesmo gosto em passear na bicicleta, eles terão o dobro prazer. Mas o filho melhor não diz como ele se chama. O nome dele é Coco …

O Coco melhor não dizer o nome dele, especialmente porque está pronunciado como cocô.

Ninguém nesta zona vai perceber porque ele chama-se como um produto culinário ou o que se produzem no lavábo.

Há alguns anos ainda tivemos uma conta num banco holandês, chamado “Rabo”. Havia bastante pessoas que reagiram surpreendidas, tinham que gargalhar, aos escondidos, porque acharam o nome do banco tão estranho.

Eu mesmo tive alguma dificuldade com a diferença de pronúncia entre algumas palavras em português. Ainda sei a diferença entre Avô e Avó – avós. Agora isso não é um problema, porque raramente uso. Na melhor das hipóteses para informar sobre a saúde da avó da minha adotivo filho João Pedro – e espero que escolhei bem.

O desafio de cocô ou coco era muito maior, porque gosto tanto de coco e todas as pastelarias têm deliciosos bolos com coco.

Simplesmente não consegi memorizar a diferença em pronunciação.

Quantas vezes pedi um sanduíche de bosta, eu não sei, mas as senhoras da pastelaria ficaram sempre civilizada, nunca riram / escarnecem / zombam com os meus erros.

Apesar é uma língua difícil, o Português. Mas acho que é uma língua muito bonita, por isso encoraja a aprender. Nunca será no mesmo nível que a minha língua materna.Ocasionalmente tenho de improvisar um pouco quando não conheço as expressões ou as palavras certas.

Mas a reação dos portugueses que encontro são tão estimulantes, tão positivas, que isto dá motivação e perseverança.

E simplesmente resolvi o meu problema com coco. Basta pedir “o meu favorito” – agora todas as senhoras nas pastelarias todas no nosso redor sabem.

um-prato-verde-com-um-bolo-de-coco

Nunca mais um sanduíche bosta.

 

You like? Please like! And sharing is not forbidden ....