Tag Archives: Flintstones

A maneira pré-histórica: o método Flintstone

“¡Mira, Ellen! ¡Nos está yendo tan bien!”, a Raquel me grita com entusiasmo enquanto estou a filma-los do meu estúdio de costura no primeiro andar. As minhas costas às vezes não querem participar, e além disso: não há espaço. Essas pedras são pesadas, mas não tão grandes. Os três terão sucesso. Eles estão indo tão bem.

O meu filho Broes é bastante grande e forte, e o voluntário Desi também, mesmo com uma diferença de 15 quilos e 20 centímetros.

Broes está usado para fazer todo tipo de coisas estranhas, como mover essas belas pedras que sempre serviram como banco debaixo o pessegueiro. Como a árvore trocou este mundo por um melhor – no céu das pessegueiras? – o banco está um pouco fora de lugar.

blogue-a_maneira-pré-histórica-o-método-Flintstone

Literalmente fora de lugar

Com a criação de um Jardim de Borboletas, é necessário um lugar onde você possa colocar um recipiente raso com água. Onde borboletas podem sentar-se ao sol, onde podem recarregar. As borboletas precisam de calor solar, assim como os lagartos abundantemente presentes – com chuva e frio eles não conseguem se mover.

As borboletas querem flores agradáveis onde podem aspirar o néctar. Uma pedra quente para sentar-se ao sol. Um canto secreto onde eles podem se esconder de predadores e mau tempo. Faz lhes um enorme favor com um pedaço de nectarina ou as cascas de maçã. Pouca água, que eles podem beber, mas não afogam, e então você já tem um jardim amigável para estas pequenas creaturas lindíssimas.

O plano estava lá: aquele banco pre-histórico vai para o meio do jardim

Infortúnio – não temos uma máquina de elevação forte acessível. Nem podemos contratar uma, porque não consegue entrar neste jardim completamente murado.

Isso é uma vergonha, mas, por outro lado, é um desafio para sua inventividade. Acabei de ouvir as três falando sobre as pirâmides – e pensei que não era uma associação ruim.

Essas pedras são muito pesadas!

Desi foi buscar alguns ramos espessos de uma laranjeira podada. Inteligente. Agora que eles removeram a primeira pedra, a segunda ainda mais pesada pode ser enrolada neles. É ainda mais pesado e mais maciço, mas também menor. E isso torna ainda mais complicado, porque não pode agarrá-lo.

Com um pé-de-cabra, uma rocha e aplauso de Raquel, os meninos conseguem levá-lo ao seu lado. Eles discutem o próximo movimento, e então eles encontraram o caminho. Pé-de-cabra, rocha, derrubar, a Raquel corre com os ramos ao redor – pé-de-cabra, rocha, derrubar, a Raquel com os seus ramos … e assim por diante.

Com os três, inventaram a roda novamente – a maneira pré-histórica

Estou passando uns bons momentos, assistindo tudo isso do meu sítio VIP. Os vídeos que faço não fazem sentido, porque não vê quase nada a essa distância. E de qualquer forma, é principalmente costas e nádegas. Não importa, minha filmagem é apenas uma desculpa para estar aqui.

“¡Mira, Ellen, inventámos el método Flintstone!”, Raquel se diverte muito para ouvir, e dança enquanto os meninos têm que descansar um pouco. Eles precisam ter uma breve discussão sobre qual direção eles estão indo.

Claro!

Imagine que você tomaria o caminho errado com esse peso!

Depois de algumas horas, a pedra pesada está em cima da outra, e as borboletas podem vir. É uma pena que é novembro – portanto, isso não acontecerá – mas está quente o suficiente para isso. A magnólia no canto já está a pensar que é primavera. Tem muitas flores.

blogue_O-Metodo-Flintstones_magnolia-com-flores-em-novembro

Apenas esperar. Mais daqui alguns meses, então chegou a hora. Então todas as borboletas na zona podem vir e dançar ao redor da alegria!

.

 

Nós viemos para portugal em 2000 de Roterdão, Holanda para as Termas da Azenha, Portugal. Um passo grande, especialmente com duas crianças pequenas. Estamos ocupados a reconstruir um sítio que é considerado uma herança cultural.

Termas da Azenha, são termas antigas que transformamos em casas de férias, quartos e campismo, com piscina. Vai encontrar mosaicos e pinturas em todo o lado. O balneário velho agora é um museu.

Cada semana um pequeno blog sobre o que acontece ao nosso redor, nas Termas-da-Azenha e em Portugal. Alègre, leve, uma leitura fácil. Alguns minutos noutro mundo. Se gosta ter uma experiência connosco, ligue 916 589 145, e descobre o nosso site – temos descontos interessantes para si!

Pode subscrever:

 

Mandamos-lho todos os fins-de-semana.

No domingo, parte da manhã o publicamos na nossa página do Facebook, no Google+, no Pinterest, e em segunda-feira em LinkedIn.

You like? Please like! And sharing is not forbidden ....