Estudos forenses: o mistério da doninha ou saca rabos ou o quê?

“Olá, aí estás!” saúdo as estagiárias de estudos forenses 

enquanto viro a cadeira do escritório em sua direção, “felizmente, uma mudança de tudo isso, sempre atrás o computador!”

As meninas estão menos impressionadas do que eu com a mudança na vida cotidiana; elas são jovens e, portanto, não são estranhos por estar atrás do computador, já estão fora do caminho normal de qualquer maneira, porque dirigiram até Portugal para este estágio, e se exercitam. Todos os dias, se não estou errada.

as-moças-a-treinar-nas-Termas-da-Azenha

Elas chegaram bem a tempo, antes de tudo fechar, tudo em isolamento

Depois de uma semana, a universidade enviou uma carta um tanto tensa de que todos os estagiários deveriam voltar para casa. Claro que em linguagem universitária coreta, mas ainda assim. A universidade normalmente estimule estágios no exterior, então havia muitos estudantes em todo lugar. E todos eles tiveram que ir para casa , de imediato.

As meninas ficaram impressionadas e chorando, mas felizmente são abençoadas com um supervisor de estágio compreensivo, que começou a dizer exatamente as coisas certas numa conversa no Skype. Coisas como: “Vocês sâo muito mais seguras lá do que em qualquer outro lugar, porque não entram em contato com ninguém; ainda pode sair para passear e praticar desporto, e fazer as suas tarefas para o estágio … não se preocupem, arranjo tudo.”

Essas atividades para o estágio geralmente são na rede ou na natureza, para que você não corra riscos

isto é … se não engolir acidentalmente um morcego. Eles voam por aqui, mas tão pequeninos que nem acredita. Há anos, pintei um teto ao lado de um morcego adormecido; muito suavemente, para que ele não acordasse, e então vi pessoalmente como eles são pequeninos. Um rato com asas.

Tão fofo. Ele acordou brevemente e começou a se lavar. Ele não tinha ideia de que eu estava tão perto, quase caindo da minha escada com carinho.

Enfim, isso foi apenas uma pequena caminhada ao lado do tópico principal. O que esse corona-coisa faz conosco …

As meninas foram autorizadas a ficar.

Especialmente porque elas vieram de carro, e era mais arriscado ser pego na estrada do que ficar aqui. A França já estava fechada naquela época, então nem podia acontecer. Bom! Agora elas sobem nossa colina todos os dias para ver o que pode ser encontrado nas câmeras de caça.

Eles já apanharam (imagens de) uma raposa, um civeta, o nosso gato e uma fera curiosa que ainda não foi descoberta. Possivelmente. Talvez haja uma espécie muito especial aqui – algo entre uma doninha, um arminho e um civeta. Fica exatamente no seu rabo como aqueles, mas mais alto nas pernas.

uma-civeta-nas-Termas-da-Azenha-ou-o-que-e

Reconheci o animal

“Já vi três desses animais antes, quando meditei nas Termas de Amieira, quando trouxe os meninos para a escola. Há anos”, digo a elas, “é claro que está sentado quieto e eles não me notaram. São lindos animais, mas não tenho ideia do que é. ”

As moças voltam no dia seguinte. Novamente com perguntas.

“Não podemos encontrá-lo em nenhum lugar, na net”, disseram se desculpando, mas considero uma interrupção agradável – uma boa pausa para sentar, e sentar, e mais sentar atrás a ecrã.

“Nosso mentor fez perguntas – se há javalis aqui?”

“Sim, eles dizem isso”, respondo, “mas nunca vi um quando andava pela área. Mas aqui não, é demasiado habitado cá. Então você realmente tem que subir os montes acima da próxima vila, Pedrógão do Pranto, talvez vejam-nos. ”

“E qual o tamanho deles então? Eles são maiores ou menores do que na Holanda? ”- Eu abro meus olhos com espanto e digo hesitante:” Sinceramente, não tenho idéia do tamanho que seriam na Holanda … ” A Romy diz rapidamente:” Bem, ele … ele quer saber … nós não … e se eles não podem ser vistos aqui, também não podemos saber, não é?

Acho isso muito bem apontado

Isso parece cientificamente responsável, se você me perguntar. Se você não vê, não é maior ou menor. Então, próxima pergunta! Agora só temos que resolver o mistério desse saca-doninha que parece ser uma civeta. Alguém alguma ideia?

.

<< anterior

Nos mudamos em 2000 de Roterdão, Holanda para Termas-da-Azenha, Portugal. Uma mudança significante, especialmente com duas crianças pequenas. Estamos ocupados para reconstruir uma das heranças culturais portuguesas: Termas-da-Azenha, um antigo spa que foi transformado em várias casas de férias, quartos de hóspedes e dois terrenos para acampar, com muitas coisas divertidas para fazer.

Sala de convívio com jogos como pingpong, matraquilhos e bilhar, e um campo com voleibol, petanca, e um pequeno café.

Vai encontrar mosaicos e pinturas em todos os lugares.

O balneário vai ser um museu, onde pode ver como as coisas mudaram.

Desde o início de 2018, nos chamamos-nos o primeiro B & B & B no mundo – Bed & Breakfast & Bathrobes.

Pode comprar um roupão de banho / roupa de casa único

.

Cada semana, um pequeno blog sobre o que aconteceu ao nosso redor. Leitura fácil. Alguns minutos noutro mundo. Um pouco sobre o que está aa acontecer em Portugal. Se planeja suas férias em Portugal, pode ser uma ótima preparação. Temos descontos interessantes no nosso site.

Inscreve-se para receber este blog todas as semanas:

Nos Domingos publicamos o na nossa página do Facebook, no Pinterest, e na 2A no LinkedIn.